T U T O R A : )

carregando...

A tomada de decisão é um problema no seu dia a dia?

Lidar com a tomada de decisão em uma empresa é uma atividade complexa, mas também fundamental para o crescimento do negócio.

Entretanto, toda escolha representa algum tipo de risco, além de poder gerar insegurança e medo quanto aos resultados. 

Por isso, abordamos neste conteúdo o que faz da tomada de decisão um problema no seu dia a dia e o que você pode fazer para enfrentá-la e tornar este processo mais seguro! Confira!

Os desafios enfrentados na tomada de decisão

Uma rotina de tomada de decisões faz parte da gestão de qualquer empresa, pois são necessárias para a solução de problemas, bem como para o desenvolvimento de estratégias. 

São elas que direcionam o negócio para a conquista de seus objetivos, e influenciam diretamente no crescimento da empresa.

Apesar de uma definição simples, a tomada de decisões têm um enorme peso. Isso porque apenas uma escolha pode mudar todo o futuro da empresa e das pessoas envolvidas no negócio.

O processo de tomada de decisão se torna ainda mais complicado quando consideramos sua rotina atarefada. 

Como as atividades de gestão costumam acontecer de maneira rápida no dia a dia, você se encontra frequentemente com a necessidade de tomar uma decisão importante em pouco tempo. 

Assim, é normal se ver inseguro e com medo dos possíveis resultados de uma escolha. Entretanto, a insegurança pode fazer com que você não escolha a melhor opção durante uma decisão e gere resultados negativos para a empresa. 

Além disso, a incerteza também torna este processo menos eficiente. O que deveria ser decidido de maneira rápida acaba levando mais tempo do que o necessário. 

Mas, é possível ter uma tomada de decisão mais segura e eficaz adotando algumas práticas em sua gestão. Confira a seguir!

Como tornar a tomada de decisão mais segura e tranquila?

Para que as melhores alternativas e estratégias sejam escolhidas, a decisão deve acontecer em todos os níveis da gestão, ou seja, no planejamento, execução, direção e controle. 

Conforme o blog da Waggl Brasil, a decisão empresarial precisa envolver ao menos as 7 etapas seguintes:

  • Identificar o problema 
  • Coletar as informações necessárias para a avaliação do problema
  • Elaborar diferentes alternativas como solução
  • Analisar as evidências
  • Escolher a melhor opção
  • Realizar a implementação
  • Revisar e ajustar o que for preciso.

Considerando estes passos básicos, reunimos algumas dicas para otimizar e simplificar o seu processo de tomada de decisão:

Sempre busque por mais informações

Se você está encontrando dificuldades para tomar uma decisão, um dos motivos pode ser a falta de informações para se basear. Fazer uma escolha sem estar cercado das informações necessárias para isso aumenta sua insegurança e as chances de não optar pela opção ideal. 

Portanto, busque encontrar dados que estejam relacionados com o seu problema atual, como resultados da empresa e indicadores de desempenho. Outra boa fonte de informações são as pesquisas de mercado referentes ao seu segmento. 

Mas se o seu desafio é justamente encontrar as informações certas para a tomada de decisão, a tecnologia pode ser uma ótima aliada!

Utilize tecnologias de gestão ou de análise de dados

Utilize tecnologias de gestão ou de análise de dados

Apoiar suas decisões em dados concretos torna este processo muito mais simples. Tecnologias de gestão, como um ERP ou um CRM, podem o auxiliar a decidir com base em dados reais. Isso significa ter uma Tomada de Decisão Orientada por Dados, também conhecida por Data-Driven Decision Making (DDDM).

Com softwares que integram e centralizam as informações da sua empresa, suas ações são mais assertivas, estratégicas e eficientes.

Também existem ferramentas de Business Intelligence (BI), que processam grandes volumes de informações e geram relatórios completos e precisos para contribuir com a escolha feita.  

Considere todas as opções disponíveis

Um gestor não pode se limitar às opções visíveis apenas em um primeiro momento, é preciso se aprofundar em todas as possibilidades. 

Para isso, você pode utilizar o método “Ou”. Segundo a Operand, a técnica criada pelos autores Dan e Chip Heath consiste em avaliar opções além das duas alternativas iniciais. 

O método nos instiga a pensar o que poderia ser feito caso não fosse possível escolher nenhuma das opções já existentes, o que faz com que você consiga enxergar novas alternativas. 

Também é possível fazer o movimento contrário e analisar o que você faria se pudesse escolher as duas opções. Assim, talvez você descubra que as duas possibilidades fazem sentido e podem ser aplicadas em conjunto.

Se baseie nos valores da empresa

É importante basear suas ações nos valores que a organização segue. Mas isso nos leva ao fato de que nem todas as empresas possuem uma definição clara dos seus valores. 

Se este é o seu caso, se reúna com os demais líderes ou sócios do negócio e estabeleça os valores que devem ser seguidos em qualquer atividade exercida na empresa. Assim, quando for preciso tomar uma decisão, será mais fácil entender qual das opções pode ferir seus princípios, e então se guiar a partir disso. 

Faça testes

Se possível, teste as opções encontradas durante o seu processo de decisão. Com isso, você terá uma pequena demonstração do que pode acontecer ao escolher determinada opção, e assim é mais fácil adequar a estratégia antes de realizar a implementação por completo. 

Tente visualizar o futuro após a decisão

Outra técnica muito interessante apresentada no blog da Operand é o método 10-10-10, que o incentiva a projetar o futuro e medir as consequências das suas ações. 

Desenvolvido pela autora Suzu Welch, o método consiste em três perguntas que você deve fazer antes de tomar uma decisão:

  • Quais serão os impactos desta decisão daqui a 10 minutos?
  • E daqui a 10 meses?
  • Por fim, o que acontecerá daqui a 10 anos a partir desta decisão?

Essas perguntas facilitam prever as consequências de uma tomada de decisão e tornam mais claro para o gestor qual é o caminho a seguir, ou ao menos, o que deve ser evitado. 

Faça networking com profissionais da área

Fazer networking e manter um relacionamento próximo com profissionais da sua área também é uma maneira de garantir que a tomada de decisão será mais assertiva. 

Isso porque ao compartilhar experiências com alguém que já passou pelos mesmos desafios e conseguiu superá-los, você pode obter insights e novas ideias para resolver os seus problemas. 

Portanto, não hesite em pedir ajuda a outros profissionais. Muitas vezes uma visão de fora pode ser o que você precisa para enxergar novas perspectivas. 

Nesse sentido, a Tutora acelera o seu desenvolvimento profissional e contribui para uma tomada de decisão mais assertiva conectando você a mentores qualificados para ajudar em seus desafios específicos. Agende uma mentoria gratuita de 30 minutos e saiba mais!

Artigos relacionados

Posts recentes

7 dicas para organizar os estudos e se sair bem na faculdade!
Você sabe como a mentoria da Tutora pode te ajudar no processo de recolocação profissional
É possível encontrar um novo trabalho com cargo compatível à experiência na área?