T U T O R A : )

carregando...

Os 6 desafios de gestão mais comuns no universo do empreendedorismo!

Empreendedorismo e empreender são alguns dos temas que estão em alta, não apenas nas redes sociais como LinkedIn e Instagram, mas também em grandes revistas, jornais e outros meios de comunicação. E não é à toa – segundo estudo do programa de pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM), em 2019, o Brasil atingiu o número de 52 milhões de brasileiros que possuem negócio próprio.

Desta forma, muitos brasileiros trazem consigo o sonho de ter seu próprio empreendimento e investir em algo que realmente faça sentido para sua vida profissional e pessoal, mas ter apenas sonho e força de vontade não são suficientes, também deve haver persistência e compreensão de que há muitas responsabilidades – e que estas caminham juntas.

Nesse sentido, são tantos os desafios encontrados no caminho do empreendedorismo, que muitas vezes fica até difícil de identificá-los, mas hoje você irá descobrir quais são os principais e como torná-los uma dor de cabeça a menos! Continue a leitura!

Desafios de gestão enfrentados pelos empreendedores brasileiros

Em estudo com mais de 1000 empreendedores realizado pela Endeavor com o apoio da Neoway e coleta do Datafolha, sobre os desafios dos empreendedores brasileiros, foram levantados quais seriam os que causariam maior aflição para esses novos empresários.

1 Gestão de pessoas

Ter um time composto por pessoas qualificadas e de alto potencial faz com que empresas se desenvolvam, e esse ponto é essencial para que o negócio possa ter sucesso. Dentro do tema, os assuntos que mais causam preocupações são relacionados a:

  • Desenvolvimento de lideranças: ter bons líderes é essencial para todo e qualquer negócio. Eles são capazes de engajar um time e motivá-los a sempre ir além, por isso é preciso investir em meios de formá-los e os desenvolver.
  • Regras da CLT: enquanto grande parte encontra dificuldades em lidar com essa questão, muitos dizem este ser o menor dos seus problemas – a pesquisa diz que quanto mais as empresas se desenvolvem, menores são os problemas relacionados a CLT.
  • Seleção e recrutamento: estes dizem da atração e retenção de talentos, tarefa que possui extrema importância dentro de qualquer empresa, seja ela pequena ou grande. As pessoas são os verdadeiros ativos para fazer com que qualquer local possa crescer.

Diante de tantos departamentos e processos para serem encaminhados no seu negócio, a gestão de pessoas não pode ficar de lado. São elas o maior ativo capaz de ajudá-lo a alavancar os resultados.

2 Gestão financeira

Quando o assunto é finanças, todos os empreendedores possuem preocupações. Normalmente elas estão relacionadas a custos acima da receita, capital de giro e fluxo de caixa, planejamento orçamentário, contabilidade e auditoria.

Independente da maturidade e porte do seu negócio, a gestão financeira é um dos aspectos primordiais para o sucesso da sua empresa.

É indispensável que seja dedicado um tempo para esta área de modo que exista alinhamento e assertividade nas finanças, caso contrário, o crescimento não só se torna difícil, como o declínio da empresa pode chegar com facilidade.

3 Burocracias (Jurídico e regulação)

Não é de hoje que questões burocráticas deixam os empreendedores fora de sério, principalmente em suas fases iniciais. Segundo o estudo realizado pelo GEM, empresas que já cresceram e estão em um patamar a mais, não acham este problema relevante.

Dentre os principais desafios burocráticos encontram-se regime e regulação tributária, processos trabalhistas, processos passivos, exceto trabalhistas e contratos.

4 Inovação

Com um mercado em constante crescimento e inovações, nada mais surpreendente que a inovação ser um dos itens que mais assustam e preocupam os empreendedores – já que para se manter no mercado e se desenvolver, é preciso ser inovador o tempo todo.

Dentre as principais dores encontram-se em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e serviços, monitoramento de resultados da inovação, cultura de inovação e proteção das inovações.

PS: lembrando que o Brasil está em 70ª posição de 141 países no Global Innovation Index (ranking mundial de inovação) – então está mais que na hora de correr atrás e nos tornarmos um país inovador!

5 Marketing e vendas

Marketing e vendas

Se relacionar com clientes, criar um vínculo com seu público e conseguir vender o produto da empresa é o quinto item que assusta os empreendedores. 

Dentre as principais dores encontram-se satisfação dos clientes, divulgação dos produtos e serviços, gestão da marca, precificação e pontos de venda e distribuição.

É preciso ter em mente que a satisfação do cliente vai muito além do produto e/ou serviço de qualidade. É necessário entregar um atendimento impecável tanto na venda quanto no pós-venda, e claro, oferecer uma experiência marcante em todos os pontos de contato dele com a sua empresa.

E isso com certeza exige tempo, dedicação e pessoas. O que nos leva a entender por que se trata de um desafio para os empreendedores, principalmente para aqueles que estão no início da jornada.

6 A pandemia e os novos desafios de gestão

Além dos desafios citados anteriormente, a pandemia do COVID-19, que se intensificou no começo de abril, trouxe novos cenários para a rotina daqueles que empreendem. 

O isolamento social levantou a bandeira para a aceleração da digitalização e a necessidade de se implementar o home office, que apesar de ser praticado por algumas empresas, ainda havia o receio de como realizar o controle de tarefas e manter a ordem de trabalho, assim como a relação entre todos da empresa. 

Nesse sentido, o home office já eram uma realidade para as empresas brasileiras, mas o momento acelerou o processo que antes era visto como algo que poderia ser deixado para “depois”. 

Segundo levantamento realizado durante o mês de maio pela consultoria Robert Half, que incluiu respostas de mais de 800 trabalhadores com 18 anos ou mais, empregados nos escritórios brasileiros, 78% alegaram estar trabalhando em casa. 

Dada a situação, exigiu-se dos empreendedores a artimanha de se agir com eficácia na resolução de problemas, disponibilizando aos funcionários a estrutura adequada para a realização do trabalho, e assim encontrar maneiras de manter contato constante com os colaboradores. 

Dentre as principais dificuldades pontuadas pela pesquisa estão: adaptação das atividades presenciais para virtuais (61%); seguida pelo gerenciamento remoto da equipe (45%), infraestrutura tecnológica (43%), aplicação do trabalho remoto a todos os níveis da organização (40%), e o nível de digitalização dos processos (20%).

Dentre todos os desafios pontuados ao longo do conteúdo, este último com certeza tem tirado o sono de muitos empreendedores principalmente porque para a grande maioria não era algo necessário. 

Entretanto, diante da pandemia, todos precisaram encontrar uma forma de fazer acontecer e assim efetuar suas rotinas da melhor forma possível remotamente.

E então?

Você viu que apresentamos neste conteúdo 6 desafios de gestão mais comuns enfrentados pelos empreendedores brasileiros e ainda pontuamos algumas questões a respeito de cada um deles.

O mercado pode mudar, os desafios podem se transformar, mas na essência grande parte dessas dificuldades sempre serão as mesmas por que de fato empreender exige atenção e gestão eficiente de muitas frentes.

Se você ficou com alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato conosco! Agora, se você quer conferir dicas valiosas para ter uma gestão mais eficaz, clique abaixo e faça o download gratuito do infográfico que elaboramos sobre o assunto!

Artigos relacionados

Posts recentes

Employer branding: saiba o que é e como ele pode ser aplicado pelo RH
7 boas práticas para otimizar o processo de recrutamento e seleção!
Como uma mentoria pode ajudar a trazer escalabilidade para sua startup